Projetos | Projects

#5 – Sandra Gamarra

02.09 – 03.12.2016

|   português   |   english   |

situ-5_sandra-gamarra_cielo-raso_installation-view_detail_photo-filipe-berndt-reduced_1420px


#4 – Beto Shwafaty

Matriz Fantasma (Velhas Estruturas, Novas Glorias)

02.04 – 25.06.2016

|   português   |   english   |

SITU-4_Beto-Shwafaty_Phantom-Matrix-(Old-Structures,-New-Glories)_2016_Mixed-media_Phase-1_Installation-view_Photo-Filipe-Berndt_2-1420px


#3 – Ricardo Alcaide

ordem informal

19.01 – 15.03.2016

|   português   |   english   |

Ricardo-Alcaide_SITU-3_lateral_detalhe_710px


#2 – Daniel de Paula

testemunho

03.09 – 12.12.2015

|   português   |   english   |


#1 – José Carlos Martinat

AER / Open Data / SP

16.07 – 30.08.2015

|   português   |   english   |

SITU-1_Jose-Carlos-Martinat_SRE_Open-Data_-SP_Mixed-Media_Variable-Dimensions_Installation-View_Photo-Jose-Carlos-Martinat




SOBRE O SITU  |  ABOUT SITU

Galeria Leme, São Paulo, Brasil. Foto Eduardo Ortega

Galeria Leme, São Paulo, Brasil. Foto Eduardo Ortega

SITU, desenvolvido pela Galeria Leme com a curadoria de Bruno de Almeida, é uma plataforma de produção e pesquisa artística que promove uma discussão sobre as potencialidades de um diálogo entre arte, arquitetura e cidade, indagando quais as suas possíveis reverberações e contribuições para uma problematização mais alargada da urbanidade contemporânea como matriz físico-social.

Este projeto convida uma série de artistas Latino-Americanos para, um após o outro, se apropriarem do espaço exterior do edifício da Galeria Leme, arquitetando obras temporárias e site-specific, que se relacionem tanto com a edificação quanto com o espaço público contíguo.

A escolha desta galeria (projeto comissionado ao arquiteto brasileiro Paulo Mendes da Rocha, Prêmio Pritzker 2006, em colaboração com os Metro Arquitetos Associados) não se prende somente ao seu duplo vínculo com o mundo da arte e da arquitetura, mas fundamentalmente às suas fortes características arquitetônicas e também à sua complexa história de construção, demolição, replicação e ampliação, que pode ser tomada como uma representação, numa pequena escala, dos processos evolutivos da cidade de São Paulo e de tantas outras metrópoles contemporâneas.

O foco curatorial recai sobre artistas cujas pesquisas gravitem em torno de problemáticas arquitetônicas e do espaço urbano, assim como outros temas tangenciais. Por outro lado, incide em artistas Latino-Americanos, já que estes possuem um outro entendimento intelectual e corporal do espaço, que advém de uma intensa familiaridade com a complexidade da esfera pública e dos processos urbanos e sociais que são específicos à América Latina.

Através do encadeamento de uma série díspar de propostas artísticas que dialoguem diretamente com o espaço público, SITU pretende continuamente engajar e incitar um público mais amplo e heterogêneo. O objetivo central é conceber obras que não sejam representações inócuas da realidade, mas sim elementos que engendrem circunstâncias espaciais críticas e de compromisso ético-estético, através dos quais se possam enunciar, problematizar e propagar questões prementes.



SITU, developed by Galeria Leme and curated by Bruno de Almeida, is a platform of production and artistic research that promotes a discussion about the potential of a dialogue between art, architecture and the city, inquiring what are its possible reverberations and contributions to a broader questioning of contemporary urbanity as a physical-social matrix.

This project invites a number of Latin American artists to, one after another, take hold of the external spaces of Galeria Leme’s building, devising temporary and site-specific works, which relate both to the building and to the adjoining public space.

The choice of this gallery (a project commissioned to the Brazilian architect Paulo Mendes da Rocha, Pritzker Prize 2006, and Metro Architects) relates not only to its double bond with the art and architecture realms, but primarily to its strong architectural features and also to its complex history of construction, demolition, replication and expansion, which can be taken as a representation, on a small scale, of the evolutionary processes of São Paulo and of many other contemporary metropolises.

The curatorial focus falls upon artists whose researches gravitate around architectural and urban space issues, as well as other tangential topics. In addition, there is an emphasis on Latin American artists, as they have another bodily and intellectual spatial understanding that comes from an intense familiarity with the complexity of the public sphere and of the urban and social processes which are specific to Latin America.

By chaining a disparate series of artistic proposals that dialogue directly with the public space, SITU intends to continuously engage and incite a broader and more heterogeneous audience. The main purpose is to conceive works that are not innocuous representations of reality, but rather elements that engender critical spatial conditions of an ethical-aesthetical commitment, through which pressing issues can be formulated, discussed and propagated.